Vulnerabilidade portuguesa saiu do vermelho
A vulnerabilidade soberana portuguesa saiu em 2016 do ’vermelho’, depois de sete anos com uma avaliação de "risco elevado"

vulnerabilidade soberana portuguesa

 

A vulnerabilidade soberana portuguesa saiu em 2016 do ’vermelho’, depois de sete anos com uma avaliação de "risco elevado", de acordo com um documento de trabalho do Mecanismo Europeu de Estabilidade (MEE) ontem divulgado.

O documento de trabalho do fundo de resgate permanente da zona euro, elaborado com vista a "contribuir para a capacidade do MEE de monitorizar as vulnerabilidades soberanas nos países" que estiveram sob programa de assistência, atribui a Portugal em 2016 uma nota de 2.0 pontos (’laranja’) - numa escala de 1 (’vermelho’, equivalente a muito vulnerável) a 4 (’verde’, muito resistente) -, depois de sete anos no ’vermelho’ (com classificações entre os 1,7 e 1,9 pontos entre 2009 e 2015).

A pontuação é dada com base numa série alargada de critérios, como as "necessidades e condições de financiamento do Governo e estrutura da dívida", "força económica", "situação orçamental", "passivos do setor financeiro", "parâmetros institucionais" e "endividamento do setor privado e fluxos de crédito", com vista a determinar as ameaças à capacidade de cada país "resgatado" para pagar os empréstimos aos seus credores.

Últimas

irmas-wilkinson-vice-campeas/2017-07-28

Irmãs WILKINSON vice-campeãs Nacionais

As gémeas Maria e Isabella Wilkinson alcançaram a medalha de prata na distância Olímpica de K2 500m Iniciados Femininos
beja-requalificacao-edificios-centro-/2017-07-27

Beja prossegue a requalificação de edifícios no Centro Histórico

Mais uma aposta de Beja, que prossegue a sua estratégia de requalificação de edifícios e valorização do centro
risco-de-incendio/2017-07-27

Risco de incêndios

Recomenda-se particular atenção sobre o risco de incêndio em Portugal previsto pelo EFFIS.
summer-lounge-a2/2017-07-27

Summer Lounge na A2

Área de Serviço de Grândola com espaço especial de descanso para adultos e crianças que viajam para o Algarve.
casos-demencia-prevenido/2017-07-26

Um em cada três casos de demência pode ser prevenido

Atualmente, estima-se que existem cerca de 47 milhões de pessoas com demência, em todo o mundo